José Lino Souza Barros

Coluna do José Lino Souza Barros

Veja todas as colunas

Quem somos nós, os brasileiros?

do jornalista e escritor Clóvis Malta

12/07/2018 às 12:13
Ouça na Íntegra
00:00 00:00

De quatro em quatro anos, com a Copa, voltamos a nos questionar sobre o que significa, afinal, ser brasileiro. No nosso mundo interior, demoramos a perceber que a humanidade avança, principalmente se ficamos patinando sobre nossas concepções. Na Rússia, a bola é igual à do Mundial de 70, quando o uso de cartões foi considerado um avanço para os árbitros. A diferença é que, nesse show de tecnologia no qual se transformou o futebol, parece menos bola e mais um computador.

Nossos craques, globalizados, têm mais a ver hoje com times europeus e asiáticos do que com a Seleção. (...) Acompanhar a carreira da elite do futebol brasileiro virou exclusividade de quem pode assinar televisão a cabo.

É bom? É ruim? Somos nós, na nossa condição de brasileiros. Não somos nem mais nem menos do que outras nacionalidades, cada uma delas com sua herança atávica. Ainda assim, somos peculiares - naquilo que temos de positivo e de negativo. (...)

Por isso, gostamos de causar pelo mundo, sorrindo com o polegar para cima. Puxamos conversa na rua - e em voz alta. Nos recusamos a fornecer informações na rua com evasivas. Mal conhecemos alguém e já partimos para um beijo, ou três. Pegamos pelo braço. Conforme a receptividade, vamos avançando. Gostamos de contar toda a nossa vida, em detalhes. E ainda retribuímos a atenção com inocentes perguntas invasivas.

Essa intimidade instantânea é nossa marca, mas nos mantêm o tempo todo num limiar de risco. Do jeitinho, podemos saltar para a permissividade. Da crença de que a lei vale só para os outros, muitas vezes, escorregamos na ética. E o que dizer de promessas que não se cumprem? Do direito que nos atribuímos de jogar papel no chão no qual os outros vão pisar? (...)

Ainda assim, de quatro em quatro anos, a Copa nos oferece essa oportunidade imperdível de refletirmos sobre o que queremos dela, sobre o que somos e o que pretendemos ser quando soar o apito final. E de torcer, sem culpa. Nossos craques representam um Brasil distante, que já não sabemos bem o que é. No campo e fora dele, temos virtudes e defeitos, mas preservamos a tolerância, para o bem e para o mal. Esses somos nós, os brasileiros.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ #Cruzeiro: com Thiago Neves de volta, delegação segue agora para São Paulo. Time terá muitas mudanças pra amanhã… https://t.co/fl1QhIdPeh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽ Lógico que quero dar continuidade e ter sequência. 👇

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Conforme denunciado à Polícia Militar (PM), ele a obrigava a fazer sexo oral e anal.

    Acessar Link