Rômulo Ávila

Coluna do Rômulo Ávila

Veja todas as colunas

As copas que mexem com o torcedor brasileiro

21/06/2019 às 10:46

É difícil explicar como um ex-jogador, jornalista esportivo e apaixonado por futebol não acompanha com entusiasmo a Copa América disputada no Brasil. Mas é fato que meu interesse pela competição é do tamanho do futebol apresentado pela seleção do técnico Tite. Talvez isso explique parte do meu desânimo com o torneio. Nada empolga.

A principal atração da Copa América tem sido o VAR. Inacreditável o pênalti marcado a favor do Uruguai contra o Japão. Tem hora que bate uma saudade do futebol raiz. Incrível como os caras conseguem errar mesmo com auxílio de tantos árbitros e imagens. É muito cacique para pouco índio.

A verdade é que a cada jogo da Copa América sinto mais falta do Brasileirão, da Libertadores, da Copa Brasil e até da Sul-Americana. Pergunte a qualquer atleticano ou cruzeirense quando serão os confrontos dos rivais pela Copa do Brasil. Aposto que eles vão saber na ponta da língua. Agora pergunte a esses mesmos torcedores quando é o jogo do Brasil contra o Peru. 

Por isso tenho dois desejos nesta Copa América: o primeiro que acabe logo e o segundo que o Brasil seja eliminado na fase de grupos. Não sou daqueles que torcem contra a seleção, mas não aguento mais o Tite e o futebol medíocre do Brasil.  As coletivas dele me fazem lembrar um professor de química que tive: explicava muito e ninguém entendia nada.  

Tite é ótimo treinador e isso não há como negar. Mas foi supervalorizado na seleção.  Uma eliminação agora poderia colocar um ponto final na história dele no comando da camisa verde e amarela e ser o primeiro passo para a mudança que o Brasil precisa.  

Enquanto isso não ocorre, sigo acompanhando superficialmente a Copa América com a cabeça em julho, quando recomerá o futebol que realmente mexe com os brasileiros.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link