Notícias

Paciente não consegue remédio há quase 4 meses, e governo diz não ter dinheiro para comprar

Por Redação, 13/05/2017 às 13:55

Texto:

Há quase quatro meses o analista de sistemas Odirley Cunha não recebe da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) o remédio para tratar de uma retoculite ulcerativa, doença inflamatória no intestino e no reto, descoberta por ele em 2014.

“Não dão uma satisfação de quando vai ter e, como é um remédio de uso contínuo, eu tenho que comprar essa caixa mensalmente. Já gastei aproximadamente R$ 900 com esse remédio. Eu tiro de dentro de casa para poder comprar”, conta. Para conseguir manter as despesas, o analista de sistema tem tomado o remédio irregularmente.

Toda semana Odirley procura a Farmácia de Minas, vinculada ao governo estadual, mas a resposta tem sido a mesma. “Simplesmente falam que não tem.” Ao ligar para o canal de atendimento da secretaria, a situação não muda. “Sempre falam a mesma coisa: o seu remédio está em falta, continue ligando semanalmente”, diz.

Em nota, a SES/MG confirmou que o remédio está em falta devido à escassez de recursos, consequência da crise financeira, e que não há prazo para que o medicamento seja disponibilizado.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ #Cruzeiro: com Thiago Neves de volta, delegação segue agora para São Paulo. Time terá muitas mudanças pra amanhã… https://t.co/fl1QhIdPeh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽ Lógico que quero dar continuidade e ter sequência. 👇

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Conforme denunciado à Polícia Militar (PM), ele a obrigava a fazer sexo oral e anal.

    Acessar Link