Notícias

Alimentos e conta de luz mais caros pressionam IPC-C1 de junho, afirma FGV

Por Agência Estado, 05/07/2018 às 09:58
atualizado em: 05/07/2018 às 11:24

Texto:

As famílias de baixa renda gastaram mais com alimentação e energia elétrica em junho, o que pressionou o Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) no mês, informou nesta quinta-feira (5) a Fundação Getulio Vargas (FGV). O IPC-C1 saiu de uma alta de 0,60% em maio para uma elevação de 1,52% em junho.

Seis das oito classes de despesa registraram taxas de variação mais elevadas: Alimentação (de 0,50% em maio para 2,31% em junho), Habitação (de 1,02% para 2,36%), Educação, Leitura e Recreação (de -0,37% para 0,51%), Transportes (de 0,64% para 0 73%), Despesas Diversas (de 0,11% para 0,23%) e Comunicação (de -0,06% para 0,15%). 

Os destaques partiram dos itens aves e ovos (de -1,25% para 10 23%), tarifa de eletricidade residencial (de 5,25% para 9,34%), hotel (de -4,95% para 2,95%), gasolina (de 2,64% para 4,25%), alimentos para animais domésticos (de 0,01% para 0,93%) e mensalidade para internet (de -0,04% para 0,42%). 

Por outro lado, as taxas foram menores em Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,66% para 0,15%) e Vestuário (de 0,35% para 0,27%) sob influência de itens como artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,75% para -0,54%) e calçados infantis (de 1,48% para -0,07%).

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Mais de 3,3 milhões de contribuintes recebem restituição do IR nesta segunda-feira. Clique! https://t.co/maZDDQdQng https://t.co/eZ7NS5Hji0

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Mais de 3,3 milhões de contribuintes serão contemplados. Clique!

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atacante foi oficializado neste domingo como novo reforço do Shandong Luneng, da China

    Acessar Link