Notícias

Apesar dos desfalques, Wilson prevê boa atuação do Atlético diante do Flamengo

Por Agência Estado, 08/10/2019 às 21:40
atualizado em: 08/10/2019 às 21:41

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Jogar contra o Flamengo, no Maracanã, diante de mais de 50 mil torcedores, nesta quinta-feira, não assusta o goleiro Wilson, do Atlético. Substituto de Cleiton, que vai integrar a seleção olímpica, o experiente jogador, de 35 anos, prevê uma grande atuação do Galo.

"Muitos não acreditavam que a gente poderia fazer uma grande partida contra o Palmeiras e demos a resposta. Conseguimos um empate (1 a 1) e acredito que poderíamos ter saído de lá com uma vitória. É ir para o jogo contra o Flamengo com a mesma dedicação, a mesma concentração e aplicação tática que tivemos no último jogo, que a gente tem tudo para fazer uma boa partida", disse o goleiro, nesta terça-feira, em entrevista coletiva.

Ao contrário de Wilson, o zagueiro Réver não participou do treino e não deverá reunir condições para atuar no Maracanã, pois, além de desfalcar o time contra o Palmeiras, no domingo, ainda não treinou esta semana por causa de dores na panturrilha esquerda.

Além de Cleiton e Réver, Luan (suspenso), Otero (com a seleção venezuelana) e Guga (na seleção olímpica), também não estarão à disposição do técnico Rodrigo Santana para o clássico nacional. Vinícius e Cazares devem herdar as vagas no meio de campo.

O elenco atleticano teve um treino tático, nesta terça-feira, e Igor Rabello, Maidana e Léo Silva, mais uma vez, formaram o trio defensivo, assim como contra o Palmeiras. Uma provável escalação deve ter: Wilson; Patric, Igor Rabello, Léo Silva, Maidana e Fábio Santos; Vinícius, Elias, Nathan e Cazares; Di Santo.

O Atlético é o 11º colocado no Brasileiro, com 31 pontos, 21 atrás do líder Flamengo. São nove vitórias, quatro empates e dez derrotas, com saldo zero de gols: marcou 28 e tomou a mesma quantidade.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link