ALMG - 20180612 a 20180706

Notícias

Atlético vence América no Horto, se reabilita e pega o elevador no Campeonato Brasileiro

Por Redação, 07/06/2018 às 22:57
atualizado em: 08/06/2018 às 18:19

Texto:

Foto: FERNANDO MORENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
FERNANDO MORENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Após três jogos sem vencer – duas derrotas e um empate –, o Atlético conseguiu se reabilitar no Campeonato Brasileiro. Mais eficaz para construir as jogadas ofensivas do que nos últimos jogos, o time alvinegro levou a melhor no clássico sobre o América e ganhou por 3 a 1, nesta quinta-feira, no Independência, pela 10ª rodada da competição nacional.

Ricardo Oliveira, Cazares e Tomás Andrade marcaram os gols do Galo, enquanto Messias descontou para o Coelho. O resultado reduz a pressão no Atlético, que vinha sofrendo cobranças da diretoria e da torcida para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro e bater a meta estipulada pelo presidente Sérgio Sette Câmara, que é de chegar na parada da Copa do Mundo entre os três primeiros colocados.

E a vitória atleticana veio com uma mudança de estilo de jogo. Diferentemente das últimas atuações, quando dominava a partida, se mantinha no campo de ataque, mas encontrava dificuldades para penetrar na defesa adversária, o Atlético alterou a estratégia. O time alvinegro deixou a bola com o América, ficou na defesa e preferiu sair jogando somente na velocidade para finalizar a jogada rapidamente. E deu certo, principalmente no primeiro tempo, quando a equipe abriu 2 a 0 em duas descidas.

Já o Coelho ficou mais tempo com a bola, mas não teve a mesma competência do rival para converter as poucas chances em gol para vencer a partida.

Com a vitória, o Atlético pegou o elevador na tabela e ganhou seis posições saltando para o quarto lugar, com 17 pontos. Já o América se manteve na 11ª colocação, com 13.

Na próxima rodada, o Atlético enfrenta o Fluminense, domingo, às 16h, no Independência. No mesmo horário, o América tem compromisso diante do Grêmio, em Porto Alegre.

O jogo

Querendo se impor como mandante e tentando se aproveitar da má fase do rival, o América começou o clássico tomando a iniciativa. Mais presente no ataque, o time alviverde pressionava o Atlético, que encontrava dificuldades para sair jogando.

Mas a maior posse de bola e a pressão do Coelho no início do jogo de nada adiantaram. Logo na primeira descida ao ataque, o Galo foi eficaz e abriu o placar, aos 11 minutos. Róger Guedes recebeu na área e cruzou na medida para Ricardo Oliveira cabecear no canto, sem chances para Jori. Ouça o gol!

Após o gol sofrido, o América seguiu no mesmo ritmo: mais tempo com a bola no pé e presente no ataque, porém sem conseguir criar chances para empatar o jogo. O ex-atleticano Leandro Donizete foi quem chegou mais perto de balançar as redes em um chute da entrada da área que passou raspando a trave.

Cirúrgico na partida, o Atlético marcou o segundo gol aos 39 minutos. Cazares recebeu lançamento na área, perto da linha de fundo, driblou Christian e, quase sem ângulo, bateu entre a trave e o goleiro Jori. Ouça o gol!

No retorno para o segundo tempo, uma lambança da arbitragem, que não fez a contagem dos jogadores em campo e o árbitro catarinense Braulio da Silva Machado deu início ao segundo tempo com o Atlético sem dois atletas: Róger Guedes e Ricardo Oliveira ainda estavam no vestiário. Inconformado com a situação, o técnico Thiago Larghi, que também voltou atrasado para o campo, reclamou e foi expulso.

Mal em campo, o atacante Judivan foi substituído no intervalo por Ademir. Poucos minutos depois, foi a vez de Cazares deixar o gramado. De acordo com o Atlético, o equatoriano teve um mal-estar no vestiário devido a uma hipoglicemia (queda no nível de açúcar no sangue) e não conseguiu continuar no jogo.

Na sequência, o América conseguiu diminuir o placar. Serginho cobrou falta na segunda trave e Messias subiu livre de marcação para cabecear para as redes. Ouça o gol!

Animado com o primeiro gol, o Coelho chegou com perigo novamente. Aylon encontrou Giovanni na área e o lateral-esquerdo soltou a bomba, mas Victor saltou para espalmar e salvar o Galo de levar o empate.

Aos 42 minutos, o Atlético desperdiçou uma grande chance para matar o jogo. Após boa jogada de Tomás Andrade, o argentino cruzou para Gustavo Blanco, sozinho na pequena área. Mas o volante alvinegro conseguiu cabecear para fora.

Contudo, no lance seguinte, o Galo conseguiu marcar o terceiro e ‘fechou o caixão’ o Coelho. Em rápido contra-ataque, Róger Guedes achou na velocidade Tomás Andrade, que saiu cara a cara com Jori e tocou na saída do goleiro. Ouça o gol!

Nos acréscimos, o América quase diminuiu. Marquinhos recebeu pela esquerda, limpou o marcador e bateu no canto, mas Victor caiu para fazer a defesa e garantir o 3 a 1 no placar para o Atlético.

América 1 x 3 Atlético

América: Jori; Norberto, Matheus Ferraz, Messias e Giovanni; Christian, Leandro Donizete (Ruy) e Serginho; Luan (Marquinhos), Aylon e Judivan (Ademir). Técnico: Enderson Moreira

Atlético: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Juninho (Bremer); Adilson, Gustavo Blanco, Luan (Tomás Andrade), Cazares (Elias) e Róger Guedes; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Motivo: 10ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 7 de junho de 2018, quinta-feira, às 21h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Ricardo Oliveira (11’/1º), Cazares (39’/1º), Messias (6’/2º), Tomás Andrade (43’/2º)

Cartão Amarelo: Norberto, Serginho (América); Leonardo Silva, Elias (Atlético)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Kleber Lúcio Gil (SC) e Neuza Inês Back (SC)
Adicionais: Edson da Silva (SC) e Evandro Tiago Bender (SC)

Público: 7.776 pessoas
Renda: R$ 94.730,00

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Delegado Christiano Xavier é eleito prefeito de Santa Luzia com 54% dos votos válidos: https://t.co/hhOEUzcwW9 https://t.co/TmeRGeu9Hw

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Cidade da Grande BH tem novo chefe no Executivo.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O relatório indica que quanto menor a escolaridade dos pais, maior é a proporção dos interessados na carreira.

    Acessar Link