Unimed - Preços 2018 - Maxiboard H

Notícias

Brasil tem mais de 2,4 mil casos confirmados de sarampo; 12 mortes já foram registradas

Amazonas e Roraima são os estados com maior número de incidência da doença

Por Agência Brasil, 24/10/2018 às 10:34
atualizado em: 24/10/2018 às 12:09

Texto:

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasi
Marcelo Camargo/Agência Brasi

Até o dia 22 de outubro, 2.425 casos de sarampo foram confirmados no Brasil, sendo 2 mil no Amazonas e 332 em Roraima. Os dois estados registram ainda um total de 7.674 casos em investigação. De acordo com o Ministério da Saúde, casos isolados da doença foram confirmados em São Paulo (3), no Rio de Janeiro (19), no Rio Grande do Sul (43), em Rondônia (2), em Pernambuco (4), no Pará (17), no Distrito Federal (1) e em Sergipe (4).

O levantamento mostra que, até o momento, 12 mortes por sarampo foram confirmadas no país, incluindo quatro em Roraima (três estrangeiros e um brasileiro), seis no Amazonas (todos brasileiros, sendo três de Manaus, dois do município de Autazes e um do município de Manacapuru) e duas no Pará (indígenas venezuelanos).

Em nota, o ministério informou que, de janeiro a outubro, encaminhou o quantitativo de 13,2 milhões de doses da vacina tríplice viral – que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola – para os seguintes estados: Rondônia, Amazonas, Roraima, Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Sergipe e o Distrito Federal. O objetivo, segundo o ministério, é atender à demanda dos serviços de rotina e a realização de ações de bloqueio, intensificação e campanha de vacinação para prevenção de novos casos da doença.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio sobe para R$ 105 milhões - confira os números sorteados na noite desta quarta-f… https://t.co/Bq23HW8TLV

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Confira os números sorteados na noite desta quarta-feira

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Presidente ressaltou que o Brasil "tem pressa" para aprovação da medida.

    Acessar Link