DuelBet - Maxi - Pos 1 - Internas

Notícias

Cruzeiro cede empate ao Paraná e chega ao terceiro jogo sem vencer no Brasileirão

Por Redação, 13/06/2018 às 21:28
atualizado em: 14/06/2018 às 06:51

Texto:

Foto: Vinnícius Silva/Cruzeiro E.C.
Vinnícius Silva/Cruzeiro E.C.

O Cruzeiro não conseguiu fechar a parada para a Copa do Mundo com vitória no Campeonato Brasileiro. Após um primeiro tempo ruim tecnicamente diante do Paraná, no estádio Durival Britto, o time celeste saiu na frente no placar na etapa final, mas cedeu o empate à equipe da casa e ficou no 1 a 1, nesta quarta-feira, em Curitiba, pela 12ª rodada.

Rafael Sobis marcou o gol da Raposa em pênalti, aos 19 minutos do segundo tempo. Mas Silvinho empatou para o Paraná, aos 30. O Cruzeiro ainda reclamou de um gol anulado de Sobis aos 35 minutos do segundo tempo. O atacante apareceu na cara do gol, driblou o goleiro e completou para as redes. No entanto, o auxiliar marcou impedimento. Na TV, o lance não é conclusivo e o jogador celeste parecia estar na mesma linha.

Curiosamente, o time celeste ainda não conseguiu vencer jogando com o uniforme em homenagem à seleção da Islândia. Em quatro jogos, foram dois empates e duas derrotas.

A estreia da camisa comemorativa à seleção que se classificou pela primeira vez à Copa do Mundo aconteceu na primeira rodada do Brasileirão, na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, no Mineirão. Depois, o Cruzeiro utilizou o uniforme novamente contra a Universidad de Chile, em Santiago, pela Libertadores. Resultado? Empate sem gols.

No último fim de semana, o clube usou a camisa na derrota por 2 a 0 contra a Chapecoense, em Chapecó, pela 11ª rodada do Brasileirão. Nesta quarta-feira, a Raposa conseguiu marcar seu primeiro gol com o uniforme, mas cedeu o empate ao Paraná, pelo 12º jogo do Nacional.

Com o resultado, o Cruzeiro foi a 18 pontos e se manteve na oitava posição na tabela, falhando no objetivo traçado pelo técnico Mano Menezes no início da competição de chegar na parada para a Copa entre os primeiros colocados. Já o Paraná segue na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 10.

Agora, o calendário do futebol brasileiro dá uma pausa para a disputa da Copa do Mundo, que começa nesta quinta-feira e vai até 15 de julho. Assim, o Cruzeiro volta a campo no dia 16 de julho (segunda-feira), às 20h, quando irá enfrentar o Atlético-PR, no Mineirão, pelo duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Pelo Brasileirão, o time celeste só volta a jogar no dia 19 de julho (quinta-feira), às 19h30, contra o América, no Mineirão. Já o próximo compromisso do Paraná será no dia 18 de julho (quarta-feira), às 21h, diante do Vitória, no Barradão, em Salvador.

O jogo

O primeiro tempo em Curitiba foi fraco tecnicamente. Com quatro desfalques por conta de lesões (Egídio, Henrique e Thiago Neves) e suspensão (Edilson), o Cruzeiro encontrou muitas dificuldades para entrar na defesa do Paraná e pouco criou.

A primeira chance clara do time celeste aconteceu aos 40 minutos, quando Raniel passou pelo marcador e tocou para Robinho na entrada da área, mas o camisa 19 chutou para fora.

Aos 45 minutos, Mancuello chegou à linha de fundo pela esquerda e bateu para o gol, Thiago Rodrigues espalmou para o meio da área e a defesa paranista afastou.

Mesmo com dificuldades para construir jogadas ofensivas, o Cruzeiro desperdiçava as poucas que apareciam. Logo aos dois minutos da etapa complementar, Raniel fez boa jogada pela direita e bateu cruzado. O goleiro Thiago Rodrigues espalmou para o meio da área e a bola sobrou para Robinho que finalizou para o gol, mas errou o alvo e a redonda passou rente à trave.

Até que uma mexida do técnico Mano Menezes mudou o rumo da partida. O treinador promoveu a estreia do lateral-esquerdo Patrick Brey no lugar de Mancuello. Com sete minutos em campo, o jogador recebeu lançamento e invadiu a área em velocidade pela esquerda, foi derrubado e o árbitro marcou pênalti. Rafael Sobis foi para a cobrança e abriu o placar para a Raposa.

Mas a vantagem celeste no marcador não durou muito. Aos 30 minutos, Junior cruzou para a área e Silvinho chegou com tudo e, de cabeça, empatou para o Paraná.

Aos 35, lance polêmico. Rafael Sobis marcou o segundo gol do Cruzeiro, mas o bandeira anulou alegando impedimento. A TV mostrou o lance bem ajustado não dando para concluir se o atacante celeste estava ou não em posição ilegal.

Paraná 1 x 1 Cruzeiro

Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Neris, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González (Jhonny Lucas) e Caio Henrique (Guilherme Biteco); Silvinho, Carlos (Alex Santana) e Thiago Santos. Técnico: Rogério Micale

Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Dedé, Léo e Marcelo Hermes (Rafinha); Lucas Romero, Lucas Silva, Robinho, Mancuello (Patrick Brey) e Rafael Sóbis; Raniel (Sassá). Técnico: Mano Menezes

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 13 de junho de 2018, quarta-feira, às 19h30
Local: Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR)

Gols: Rafael Sobis (pênalti – 19’/2º), Silvinho (30’/2º)

Cartão Amarelo: Júnior, Torito González, Neris, Igor, Guilherme Biteco, Carlos, Rayan (Paraná); Lucas Silva (Cruzeiro)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Heronildo Freitas da Silva (PA) e Luís Diego Nascimento Lopes (PA)
Adicionais: Djonaltan Costa de Araújo (PA) e Wasley do Couto Leão (PA)

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Manutenção nos trilhos aumentará intervalo entre as viagens do metrô neste domingo - https://t.co/sgGk0jRLgp https://t.co/UBGDNbUeQe

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Se vencer, alvinegro supera o rival carioca nos critérios de desempate.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Se passar pelo Palmeiras, o Cruzeiro solicitará à Associação Uruguaia a liberação.

    Acessar Link