Notícias

Fisioterapeuta explica porque exercícios físicos melhoram qualidade de vida de idosos

Por Jacqueline Moura, 29/06/2018 às 10:59
atualizado em: 29/06/2018 às 17:42

Texto:

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o Brasil tem hoje 26 milhões de pessoas acima dos 60 anos, e esse número deve chegar aos 37 milhões em 2027. Ainda segundo o instituto, a expectativa de vida dos brasileiros aumentou para 75,8 anos. Mas como chegar e passar dessa idade com saúde?

Além da alimentação equilibrada, a atividade física é a principal recomendação dos médicos para ter uma vida saudável e ativa. De acordo com a fisioterapeuta Thalita Cruz, o processo de envelhecimento humano traz mudanças no funcionamento dos sistemas neurológico, musculoesquelético e cardiovascular. À medida que envelhecemos, há uma redução dos reflexos posturais, da força muscular, da sensibilidade, diminuição da integridade visual, rigidez dos tecidos conjuntivos em geral, além de déficits auditivos frequentemente associados a alterações no sistema vestibular.

“Todas essas mudanças negativas podem trazer problemas no desempenho das atividades de vida diária em pessoas idosas. No entanto, é possível neutralizarmos ou retardarmos o declínio funcional que acompanha o processo de envelhecimento e, em conjunto com uma nutrição adequada e equilibrada, a atividade física é a maneira mais eficaz para isso”, explica.

Ainda segundo a fisioterapeuta, quando comparados aos idosos menos ativos, os idosos que praticam atividade física com regularidade têm menores taxas de mortalidade, doença coronariana, hipertensão arterial, acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2, câncer de cólon e câncer de mama. Têm maior nível de aptidão cardiorespiratória e muscular, massa e composição corporais mais saudáveis; apresentam um perfil mais favorável para a prevenção da osteoporose e fraturas; além de exibirem melhor desempenho durante a execução de atividades cotidianas, menor risco de queda e melhor função cognitiva. Além disso, a atividade física pode ser um coadjuvante na prevenção e no tratamento da depressão no idoso. Thalita Cruz ainda destaca as atividades físicas mais recomendadas para os idosos. 

“Podemos pensar em quatro tipos de qualidades físicas que devem ser treinadas: exercícios aeróbicos, exercícios de resistência muscular, equilíbrio e exercícios de flexibilidade. De acordo com cada condição de saúde, ou objetivo do idoso, uma atividade pode ser indicada. Por exemplo, no caso de doenças neurológicas, os exercícios aeróbicos e de equilíbrio são os mais indicados; já no caso de sarcopenia (perda progressiva e generalizada da massa e força muscular) ou doenças vasculares, os exercícios aeróbicos e de força muscular promovem maiores benefícios. As atividades físicas mais indicadas para idosos são musculação, caminhadas, dança, natação ou hidroginástica, Pilates e Treinamento Funcional e atividades orientadas como é realizado na especialidade Fisioterapia Gerontológica. Atividades holísticas e alternativas também são bem-vindas caso o paciente tenha interesse”, detalha a fisioterapeuta.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Larghi evita revelar time e diz ter cinco opções para a ponta direita do Atlético: https://t.co/j7rhJl5W38 https://t.co/54IcgCFsYL

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Tomás Andrade, Luan, Terans, Edinho ou Nathan. Qual seria a sua escolha para a função?

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Senhor, que o egoísmo, a ambição, a maldade não os desviem do bom caminho'. Ouça ou leia a oração desta sexta-feira e compartilhe com seus amigos! 🙌🏿👇🏿

    Acessar Link