Unimed - Viver Bem - Internas - Maxiboard

Notícias

No Dia Mundial Sem Tabaco, médico alerta sobre os riscos do fumo para a saúde

Por Jacqueline Moura, 30/05/2018 às 16:27
atualizado em: 05/06/2018 às 14:23

Texto:

Foto: USP Imagens
USP Imagens

O Dia Mundial Sem Tabaco é lembrado nesta quinta-feira, 31 de maio, data que serve para alertar a população sobre os perigos do cigarro para a saúde. Mais de sete milhões de pessoas morrem anualmente no mundo por causa do cigarro, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). As perdas de produtividade no trabalho e despesas de saúde associadas ao consumo de tabaco chegam a quase 1 trilhão e meio de dólares anuais.

De acordo com a OMS, os resíduos do tabaco contêm mais de 7 mil substâncias químicas tóxicas que contaminam a natureza, sendo algumas delas cancerígenas. Os malefícios do cigarro vão além. O uso do tabaco ainda pode causar infarto e derrame.

“Os malefícios do cigarro são muitos. Quem fuma tem a expectativa de vida reduzida em dez anos. O fumante morre mais de infarto e derrame, mas o cigarro pode causar também outras doenças, como os vários tipos de câncer e doenças respiratórias”, explica o médico clínico-geral da Unimed-BH, José Francisco Zumpano.

Parar de fumar

A dona de casa Valdeth Melo, 48 anos, conta que começou a fumar muito cedo, mas conseguiu abandonar o vício depois de quase 20 anos. “Comecei a fumar ainda criança, tinha onze anos de idade. Fumei até os 26 anos. Comecei a fumar porque achava bonito as pessoas fumando. Já são 22 anos longe do cigarro e nem penso em voltar a fumar”, comemora.

Zumpano ressalta que para abandonar o vício é preciso muita força de vontade, apoio familiar e acompanhamento de profissionais, como médico e psicólogo. “Os medicamentos podem ajudar a reduzir o sofrimento da pessoa que está sem fumar, mas o apoio da família é muito importante. Além disso, grupos de terapia cognitiva também ajudam no incentivo ao abandono do cigarro, ”detalha o médico.

Combate ao fumo

As campanhas educativas são essenciais para mostrar todos os malefícios que o cigarro causa à saúde e também evitar que jovens iniciem o uso. “As gravuras que vêm nas embalagens dos cigarros são importantes para causar impactos nos jovens, o que ajuda a prevenir que eles optem pelo vício”, alerta o médico José Francisco Zumpanol da Unimed-BH.

Clientes da Unimed-BH que querem abandonar o cigarro podem contar com ajuda dos grupos de apoio. Saiba mais aqui!

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Delegado Christiano Xavier é eleito prefeito de Santa Luzia com 54% dos votos válidos: https://t.co/hhOEUzcwW9 https://t.co/TmeRGeu9Hw

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Cidade da Grande BH tem novo chefe no Executivo.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O relatório indica que quanto menor a escolaridade dos pais, maior é a proporção dos interessados na carreira.

    Acessar Link