Notícias

Sem trens, moradores da Zona da Mata inventam 'biciclotrem' para ocupar linhas 

Por Redação , 02/08/2018 às 09:27
atualizado em: 03/08/2018 às 12:30

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

O município de Cataguases, na Zona da Mata de Minas Gerais, é todo cortado por ferrovias, mas no lugar dos trens é o biciclotrem, invenção de moradores da região, que tem funcionado. “O biciclotrem nasceu de uma necessidade de se ocupar as linhas com algo que levasse a ideia de pertencimento à população. O pessoal, quando começou ouvir que iria parar o transporte de bauxita, alguns comemoram. Nós ficamos preocupados. Como pode alguém comemorar o fim de algo tão valioso?”, diz  o ferramenteiro Marcos Cravo, que fabrica biciclotrem. 

OUÇA AQUI A REPORTAGEM COMPLETA!

A realidade e os problemas causados pela inatividade das ferrovias foram contados na quarta matéria da série 'Fora dos Trilhos - O mineiro perdeu o trem?'.  A reportagem da Itatiaia foi até a cidade, entrevistou moradores e até andou pelos trilhos no biclotrem.

“As pessoas que nunca viajaram pensam que aquilo é um trem. As crianças perguntam cadê o trem? Que dia que vai andar o trem?  Aí fico com aquela ideia na cabeça de que nós podemos muito mais”, diz Vado, que mora a 100km de Cataguases e participa do projeto do biclotrem. 

Leia também!

Sem trens, moradores da Zona da Mata inventam 'biciclotrem' para ocupar linhas 

Abandono total das ferrovias na Zona da Mata causa prejuízos no comércio e turismo

Empresários lamentam falta de transporte ferroviário em MG, com custo seis vezes menor

Série especial da Itatiaia informa, denuncia e conta histórias sobre as ferrovias mineiras

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Economia de R$ 10 bi, reestruturação, reajuste e adicionais; confira pontos da reforma dos militares… https://t.co/wysy1ksbIY

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Proposta prevê ainda o aumento do tempo mínimo de atividade para a aposentadoria dos atuais 30 anos para 35 anos, para os novos ingressantes nas Forças Armadas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Hoje, apenas ativos e inativos pagam uma alíquota de 7,5%. Os demais não recolhem para o pagamento de suas aposentadorias.

    Acessar Link