Unimed - Novembro - Maxiboard - Internas

Notícias

Uso de remédios sem orientação médica pode matar, alerta infectologista

Por Jacqueline Moura, 11/06/2018 às 15:48
atualizado em: 14/06/2018 às 16:22

Texto:

Foto: Pixabay
Pixabay

Quem nunca sentiu uma dor de cabeça ou dor de garganta e tomou um remédio por conta própria? Na correria do dia a dia falta tempo para ir ao médico e muitos tomam medicamentos sem orientação médica. Tal prática, conhecida como automedicação, oferece vários riscos para a saúde. 

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais da metade de todos os medicamentos receitados no mundo são dispensáveis ou são vendidos de forma inadequada. Além disso, 50% dos pacientes tomam medicamentos de forma incorreta. 

A OMS pretende reduzir pela metade os erros relacionados à medicação até 2022. Segundo a organização, são erros que levam à morte pelo menos uma pessoa por dia em todo o mundo. 

Os medicamentos mais usados sem orientação médica são analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios e antibióticos. 

De acordo com o médico infectologista Carlos Starling, diretor de Ensino e Pesquisa da Fundação Benjamin Guimarães do Hospital da Baleia, as principais reações causadas pelos medicamentos consumidos sem orientação médica são as alergias. “Podem apresentar reações dermatológicas por causa dos medicamentos, insuficiência renal que pode ser causada por anti-inflamatórios e até hemorragias que podem ser causadas pelo uso da aspirina em casos de dengue”, explica o médico. 

De acordo com Carlos Starling, o uso de antibiótico sem receita médica merece mais atenção. “Além de efeitos colaterais, o uso sem acompanhamento médico pode desencadear uma super-resistência das bactérias aos medicamentos, o que pode complicar o tratamento”, detalha o médico. 

O uso de mais de um remédio sem receita médica pode potencializar a causa de efeitos colaterais perigosos, como intoxicação ou anulação do efeito de algum dos medicamentos. Outro alerta fica para quem faz o uso em excesso dos analgésicos, que podem causar dependência. “Alguns medicamentos, como por exemplo, os analgésicos, podem causar dependência, principalmente os derivados da morfina”, alerta.

O infectologista faz mais um alerta à população. “A diferença entre o remédio e um veneno é somente a dose. O uso do medicamento sem orientação médica é comparado ao consumo de veneno. Por isso, as pessoas devem consultar um médico de confiança antes de fazer o consumo de qualquer remédio,” esclarece o especialista.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    TSE rejeita ação de Bolsonaro contra Haddad envolvendo show de Roger Waters: https://t.co/5adNs67nWD https://t.co/JMfGr6HfdS

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ❣️Essa criança demorou sete meses para ouvir. Não tinha a audição em um momento importante de sua vida, que é o de reconhecimento e pertencimento neste mundo. Transferiu ao ta...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A Coca-Cola e o Boticário são uma das empresas utilizadas nos golpes. De janeiro a agosto deste ano ano, cerca de um milhão de tentativas de fraudes com cartões clonados já oc...

    Acessar Link