Notícias

Atlético vence o primeiro jogo oficial contra o Cruzeiro, no Mineirão

Por Alexandre Simões, 27/10/2020 às 12:37
atualizado em: 27/10/2020 às 13:12

Texto:

Foto: Divulgação/ IBGE PBH
Divulgação/ IBGE PBH

O Mineirão já tinha mais de três anos, 11 clássicos oficiais foram disputados no estádio, pelo Campeonato Mineiro ou Taça de Prata, o Brasileirão da época, e o Atlético nunca tinha vencido. Eram sete vitórias cruzeirenses e quatro empates.

O único triunfo alvinegro, em 14 jogos, foi num dos três amistosos entre os rivais no Gigante da Pampulha.

Além deste histórico, o confronto de 27 de outubro de 1968 tinha outro. A unificação dos títulos das competições nacionais pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), equiparou a Taça Brasil (1959 a 1968) e a Taça de (1967 a 1970) ao Campeonato Brasileiro. Assim, em 27 de outubro de 1968, Atlético e Cruzeiro fizeram o segundo clássico entre eles pela principal competição nacional.

O primeiro, pela Taça de Prata de 1967, foi vencido pelos cruzeirenses por 4 a 0, maior goleada do clássico no Mineirão, depois repetida, pelos dois lados, em 1983 (Atlético) e 1984 (Cruzeiro), até 1999.

Mas o jejum atleticano acabou. Com um gol do ponta direita Vaguinho, que jogou improvisado como centroavante, aos 6 minutos do segundo tempo, o Galo venceu por 1 a 0.

A FICHA DO JOGO
ATLÉTICO
1
Mussula; Humberto Monteiro, Grapete, Normandes e Cincunegui; Vanderlei Paiva e Amauri Horta; Ronaldo (Oldair), Vaguinho, Lola e Tião. Técnico: Yustrich
CRUZEIRO 0
Raul; Pedro Paulo, Ditão, Darci Menezes e Murilo; Zé Carlos e Tostão; Natal, Evaldo (Davi), Dirceu Lopes e Hilton Oliveira (Rodrigues). Técnico: Orlando Fantoni
DATA: 27 de outubro de 1968
LOCAL: Mineirão
MOTIVO: Campeonato Brasileiro
GOL: Vaguinho, aos 6 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: José de Assis Aragão, auxiliado por Sílvio Gonçalves e Dagomir Sacramento
PÚBLICO: 87.360
RENDA: NCr$ 271.026,00

MAIS HISTÓRIA
OUTRO
JOGO: Atlético e Palestra Itália (Cruzeiro) disputam amistoso na Alameda, que termina com vitória atleticana por 2 a 1, num ano em que os dois viram o Villa Nova dominar o Campeonato Mineiro a ponto de o terceiro turno da competição ser cancelado. 

A FICHA DO JOGO
ATLÉTICO
2
Clóvis; Hélio e Evando; Jacyr, Lola e Bala; Lello (Pantuzzo), Paulista, Guará, Zezé (Bazzoni) e Duda. Técnico: Floriano Peixoto
PALESTRA ITÁLIA
Geraldo; Adão (Chiquinho) e Gegê; Souza, Ferreira e Mundico; Piorra (Nonô), Orlando Fantoni, Niginho, Bengala e Alcides. Técnico: Nello Nicolai
DATA: 27 de outubro de 1935
LOCAL: Alameda
MOTIVO: Amistoso
GOLS: Duda, aos 21, Paulista, aos 21, e Alcides, aos 44 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Sátiro TaboadA

OUTRO JOGO: Atlético e Cruzeiro jogam pela segunda fase do Campeonato Mineiro. Esteve em disputa na partida o Troféu Sérgio Ferrara, ex-cronista esportivo que era candidato a prefeito de Belo Horizonte, em eleição que foi disputada apenas em 15 de novembro, com ele derrotando Maurício Campos.

O empate por 1 a 1 no tempo normal leva a disputa da taça para os pênaltis, e o Galo leva a melhor, vencendo por 5 a 4.

A FICHA DO JOGO
ATLÉTICO
1
João Leite; Nelinho, Batista, João Pedro e João Luís; Elzo, Paulo Isidoro e Everton; Sérgio Araújo (Heleno), Tita e Paulinho. Técnico: Olivera
CRUZEIRO 1
Luiz Antônio; Carlos Alberto, Ailton, Geraldão e Ademar (Nenê); Orlando, Eduardo e Tostão; Carlinhos (Quirino), Mirandinha e Robson. Técnico: Moraes
DATA: 27 de outubro de 1985
LOCAL: Mineirão
MOTIVO: Campeonato Mineiro
GOLS: João Luís, aos 44, e Mirandinha, aos 45 minutos do primeiro tempo
ARBITRAGEM: Arnaldo César Coelho (RJ), auxiliado por Geraldo Silveira e Gérson Apolinário
PÚBLICO: 28.222
RENDA: Cr$ 230.503.500,00

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A ferramenta digital dá acesso a uma série de serviços da Justiça Eleitoral. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Angela Merkel se reúne com líderes regionais para discutir restrições. #Itatiaia

    Acessar Link