Notícias

Zema diz que Minas usou 16% da receita em saúde até agosto: 'Fizemos mais com menos'

Segundo o governador, a pasta foi a única que não teve recursos contingenciados

Por Bryan Gonçalves, 10/08/2020 às 17:29
atualizado em: 13/09/2020 às 00:39

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG
Gil Leonardi/Imprensa MG

RESUMO

  • Segundo o governador, a eficiência do gasto público não deve ser medida pela quantidade de dinheiro utilizada para determinada ação e sim pelo fato de gastar melhor
  • Zema falou sobre o assunto nas redes após o portal de notícias G1 mostrar que Minas Gerais é o estado que menos investiu na saúde no primeiro semestre deste ano
  • Até junho, foram gastos R$ 1,9 bilhão, o que corresponde a 7,7% da receita
     

Pelas redes sociais, o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), falou nesta segunda-feira sobre o investimento em saúde no estado. Zema afirmou que foram empenhados 16% da receita em saúde até agosto deste ano e que a pasta foi a única que não teve recursos contingenciados.

Segundo o governador, a eficiência do gasto público não deve ser medida pela quantidade de dinheiro utilizada para determinada ação e sim pelo fato de gastar melhor.


Zema falou sobre o assunto nas redes após o portal de notícias G1 mostrar que Minas Gerais é o estado que menos investiu na saúde no primeiro semestre deste ano, considerando os recursos provenientes da Receita Corrente Líquida.

Até junho, foram gastos R$ 1,9 bilhão, o que corresponde a 7,7% da receita. Este é o último dado disponível no Relatório Resumido de Execução Orçamentária, que é publicado bimestralmente. Por lei, o governo tem até o final do ano para gastar o correspondente a 12%.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link